h1

Azeite – Santo alimento!

December 18, 2007

azeite.jpgMuitas pesquisas sobre alimentos vêm questionando tudo aquilo que a gente já sabia – ou pensava que sabia -, uma delas é a utilização do azeite quando o método de cocção é a fritura. Bem, se é pra falar mal do azeite na fritura vamos começar falando bem dele in natura, regando uma saladinha ou um delicioso peixe grelhado.

Quase todo mundo conhece as propriedades antioxidante do azeite. Ele é rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a controlar o colesterol (LDL) e a previnir as doenças cardiovasculares e alguns cânceres, como o de cólon e o de mama. Ele também ajuda a absorção das Vitaminas A, D, E e K, fundamentais para o bom funcionamento do nosso organismo. Além de tudo isso, recentemente pesquisas americanas encontraram no azeite extra virgem um composto químico que atua como o ibuprofeno, um substância usada como analgésico e anti-inflamatório, ou seja, mais pontinhos!

A polêmica que surgiu recentemente foi a utilização do azeite quando submetido a altas temperaturas, alguns acreditavam que ele perdia suas propriedades e ainda tornava-se pior do que o óleo comum. Verdade que o azeite tem um ponto de fusão mais baixo do que os óleos comum, e, quando ele chega a esse ponto as gorduras insaturadas se transformam em saturadas, podendo causar mal à saúde além de dificuldade para digestão. Porém, quanto maior for a acidez do azeite, maior seu ponto de fusão, o que significa que os azeites “menos nobres” podem ser usados para fritar um peixe ou uma carne, desde que não seja reutilizado nem sejam utilizados em grande quantidade – bem, a mesma dica serve para óleos normais.

Então a dica que fica é: usem azeite à vontade na salada ou nos pratos já preparados porque ele é, sem dúvidas, um santo remédio – e quanto menos ácido mais saudável ele fica. Já quando for fazer uma carne, prefira as grelhadas, mas pode pôr um pouquinho de azeite com acidez acima de 1% para dar aquele toque final e aquela cor brilhante!

About these ads

2 comments

  1. Eu nunca utilizo azeite extra virgem para fritura, primeiro pq é um desperdício enorme e depois pq faz realmente mal. O azeite comum até dá mas ainda assim prefiro o óleo.

    Vc sabia que azeite extra-virgem é ótimo para massagem? Pois é! Às vezes pode ser mais barato comprar um bom azeite do que um óleo virgem de semente de uva ou gergilim.


  2. Eu quase nunca faço fritura, prefiro os assados, mas gosto do gostinho do azeite para fazer carnes e peixes.

    Curioso usar o azeite extra virgem para massagem, mas de fato ele é menos “gorduroso” então não deve ser ruim, e pra completar o bons mesmo têm um cheiro delicioso!



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: